Grupo Cidade
Fortal 2022 divulga plano operacional em coletiva para a imprensa


Foto: Divulgação

Em coletiva para a imprensa, nesta quarta-feira, dia 20, a diretoria do Fortal 2022 reuniu, em coletiva para a imprensa, os representantes de órgãos públicos para divulgação do Plano Operacional para o evento, que será realizado de quinta (21) até domingo (24). 

Estiveram presentes os seguintes órgãos: Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Guarda Municipal de Fortaleza, Centro de Resgate e Emergência Pré-Hospitalar (CREPH), Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Secretaria Regional 7 e Agência de Fiscalização de Fortaleza (AGEFIS).

O diretor do Fortal 2022, Ailton Junior, ressaltou a importância do empenho das entidades para a realização do evento, considerado um dos maiores festivais de música do país. "É muito importante que os cearenses e os turistas saibam que estamos trabalhando com afinco para o cumprimento do plano, para que venham e saiam em paz nesses quatro dias. Nessa reta final, só temos a agradecer todo empenho das entidades para garantir a segurança dos nossos brincantes", afirma.

Plano Operacional

Em relação ao controle de trânsito, o gerente de operação e fiscalização da AMC, Wellington Cartaxo, informou que o órgão dará início, a partir das 16 horas, às operações de trânsito, fiscalização e de controle de tráfego nas vias de acesso. 

O chefe da divisão de planejamento da Etufor, Miguel Guimarães, afirmou que disponibilizará uma linha especial para acessar a Cidade Fortal (840 - Papicu/Cidade Fortal), 6 linhas com horário prolongado pela noite (corujões) e monitoramento por 24 horas, além de 10 carros reservas no Terminal do Papicu, que farão ligações diretas para o local do evento a partir das 14 horas. De acordo com o representante, caso a demanda seja muito grande, há veículos reservas nos terminais que poderão ser utilizados. 

A Agefis vai atuar na coibição e fiscalização do comércio ambulante irregular e na segurança sanitária dos foliões, conforme explicou Reginaldo Araújo, diretor de operações. Serão mais de 70 agentes, sendo um efetivo de 45 fiscais de vigilância sanitária, 36 fiscais de controle urbano e 52 auxiliares de apoio.

O inspetor Távora, da Guarda Municipal de Fortaleza, explicou que o órgão vai marcar presença com 80 servidores distribuídos em todos os terminais, principalmente no do Papicu, que terá maior fluxo, além de dar apoio na fiscalização da Agefis. Em apoio, Estevão Romcy, chefe de gabinete da Secretaria da Regional 7, também compartilhou o plano de atuação da entidade, que fornece equipes para limpeza do entorno da Cidade Fortal e ainda identificação, capacitação e apoio de ambulantes que irão trabalhar durante o Fortal 2022. 

O Centro de Resgate e Emergência Pré-Hospitalar (CREPH), responsável pelas ações de SAFETY do Fortal 2022, também apresentou um plano operacional para garantir a segurança e o bem-estar dos foliões. A empresa, representada pelo diretor executivo Sérgio Lepine, vai fornecer um efetivo de 33 bombeiros civis, distribuídos em todas as saídas externas do perímetro, 15 unidades móveis com cerca de 4 médicos, 4 enfermeiros, 9 técnicos em enfermagem, 3 socorristas e 1 coordenador de PMA atuando pelo bem-estar e redução de danos dos foliões. Ao todo, dois postos de comando móvel (1 sala de gestão de brigada e 1 sala de gestão de ambulatório) estarão estacionados em pontos estratégicos do entorno, tendo à disposição equipamentos modernos para fiscalização, prevenção e contenção de incêndios, salvamento em altura, radiocomunicação, entre outros.

Para garantir a segurança do evento, o Coronel George, representando a Polícia Militar, informou que terá um efetivo total de 483 homens, concentrados em dois turnos de policiamento (19h-23 e 22h-5h) ao longo dos quatro dias de festa, atuando a pé, em motos, viaturas de patrulhamento e em cavalos. O plano de ação também inclui um batalhão de choque e duas equipes do RAIO posicionados em pontos estratégicos do entorno.

A atuação da Polícia Civil foi apresentada por Fernando Menezes, diretor do Departamento Técnico-Operacional (DTO) da Polícia Civil, Fernando Menezes. Ele explicou que um estande (posto avançado) será montado dentro da área de eventos com inspetores e escrivães de plantão , entre 17h e 5h, para atendimento primário e lavratura de BOs. O plano também prevê agentes plantonistas na Delegacia Pólo (2º distrito policial), na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) e Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)

O Corpo de Bombeiros estará com forte atuação no evento, de acordo com o Tenente-Coronel Wagner, da coordenadoria operacional do órgão. O efetivo diário será feito por 15 bombeiros militares que utilizarão três viaturas, com diferentes funções. Segundo ele, o trabalho do Corpo de Bombeiros Militares do Ceará (CBMCE), começa antes do evento, com a orientação necessária e ações de integração aos permissionários do evento. No dia do festival, o trabalho contará com um efetivo de 48 praças, 12 oficiais e 60 bombeiros militares, que se distribuíram em ações de prevenção de acidentes, atendimento de primeiros socorros, gerenciamento de crises e ações de salvamento.

COMENTÁRIOS