Grupo Cidade
Em CPI da Covid, senador Eduardo Girão convoca ex-prefeito Roberto Cláudio para depoimento

A Frisson tentou entrar em contato com a assessoria do ex-prefeito Roberto Cláudio e não obteve resposta

Foto: Divulgação

Atualizada dia 30/4, às 16h56min

Em requerimento legal, o senador Eduardo Girão (Podemos/CE) convoca o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), para prestar depoimento perante à CPI da Covid sobre a aquisição de materiais e manutenção do Hospital de Campanha do Estádio Presidente Vargas (PV). 

O Hospital foi alvo de investigação da Polícia Federal (PF) e da Controladoria Geral da União (CGU) por meio da Operação Cartão Vermelho. As investigações, segundo a PF, demonstraram que houve indícios de fraude na escolha da empresa contratada, compra de equipamentos de empresa de fachada, má gestão e fiscalização da aplicação dos recursos públicos no Hospital e ainda sobrepreço nos equipamentos adquiridos. Os prejuízos aos cofres públicos seriam superiores a R$ 7 milhões. 

“Nesse ponto, registre-se que a presente convocação se destina, exclusivamente, a verificar a adequada aplicação dos recursos federais repassados ao Estado do Ceará em razão da pandemia de Covid-19. Ou seja, não pretende imiscuir-se, a partir da presente convocação, nas matérias de competência constitucional atribuídas àquela Unidade da Federação. No caso concreto, a CPIPANDEMIA não está interessada nos atos de gestão do executivo municipal e estadual, mas, apenas e tão-somente, nas questões passíveis de serem investigadas pela CPI”, disse o documento do requerimento.

Em suas redes sociais, o ex-prefeito Roberto Cláudio criticou a postura do senador, indicando que Girão pretende "obstruir" as investigações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ressaltando que, ao contrários dos outros senadores do Ceará, Tasso Jeiressati (PSDB) e Cid Gomes (PDT), o senador Eduardo Girão não demonstrou nenhum apoio ao combate do coronavírus enquanto RC estava à frente da Prefeitura. 

"Não houve qualquer mobilização política por parte do senador Girão em apoio às medidas locais de isolamento social, à aquisição de insumos médicos ou ao trabalho de assistência aos nossos doentes fortalezenses, nem mesmo para viabilizar vacinas ao Ceará! Concretamente não “mexeu uma palha”, como dizemos na nossa terra. Agora, aparece como bajulador do Governo Bolsonaro, tentando obstruir de todo jeito a investigação sobre as ações e omissões do governo federal, protegendo os absurdos erros cometidos, o que tem custado a vida de mais de 400 mil brasileiros", disse, em suas redes sociais. 

 

Me impressiona esse intempestivo “proativismo” do Senador Eduardo Girão em relação à pandemia. E minha surpresa encontra...

Posted by Roberto Cláudio on Thursday, April 29, 2021

O senador Eduardo Girão foi o autor do requerimento que incluía estados e municípios na CPI da Covid. Segundo ele, o objetivo não é investigar estados e municípios. "O que será alvo de investigações é a aplicação de recursos federais desviados numa causa específica. Ou seja, apurar onde e como foram aplicados esses recursos e se houve desvio. Não há que se falar, portanto, em investigação de governadores e prefeitos, e, sim, de recursos federais que podem ter sido desviados de seu propósito", disse, na justificativa da inclusão. 

 

COMENTÁRIOS