Grupo Cidade
Primeira oficina para Pacto Colaborativo pela Não Violência à Mulher reúne empresárias e servidoras

O Pacto Colaborativo tem o objetivo de estimular diálogos entre empresas públicas e privadas para pensar ações de forma a acabar com a violência contra a mulher

Foto: Divulgação

A primeira oficina para o Pacto Colaborativo pela Não Violência à Mulher aconteceu na última terça-feira, 11, e reuniu diversos nomes de empresas públicas e privadas cearenses. O evento foi realizado em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), Governo do Estado e o Grupo Mulheres do Brasil, com o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Ceará). 

O Pacto Colaborativo tem o objetivo de estimular diálogos entre empresas públicas e privadas para pensar ações de forma a acabar com a violência contra a mulher. A ideia também estimular empresas a implantar planos de gestão que compartilhem uma visão de responsabilidade social e que tenha alcance na sociedade. 

Estavam presentes a líder do Grupo Mulheres do Brasil/Núcleo Fortaleza, Annete Reeves; a vice-governadora do Ceará, Izolda Cela; a superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi Ceará), Veridiana Soárez; a gerente de Educação do Senai Ceará, Sônia Parente; a secretária Executiva de Política para as Mulheres da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos, Denise Aguiar, entre outros nomes. 

"O evento foi incrível. Além de conhecer pessoas extremamente engajadas nesta temática, pude ampliar ainda mais minha visão sobre a seriedade desse assunto, e como podemos combater esse problema", afirmou Veridiana Soárez, gerente de Educação do Senai Ceará, em nota enviada para a imprensa.

 

COMENTÁRIOS