Apaixonada pela sua profissão, Ana Cristina Wolf destaca a importância da Nutrição

A paixão de Ana Cristina Wolf pela Nutrição veio ainda quando era criança e sempre esteve presente em sua vida desde então. Não é à toa que a nutricionista tem seu ofício como missão e nela coloca toda a sua dedicação e amor há 30 anos.

Sua meta principal é levar seus pacientes e as pessoas em geral, porque sempre dá muitas dicas em suas redes sociais, a comer bem e, assim, ter mais qualidade de vida. E como ela garante, uma alimentação saudável não custa caro e "é mais simples do que imaginamos!".

Para saber um pouco a respeito da Ana Cristina e sua atuação, a Frisson bateu um papo exclusivo com ela sobre saúde, sua rotina, pandemia, beleza e tudo o que envolve a magia da Nutrição:

Frisson: Atualmente, é cada vez mais frequente a procura pelo corpo ideal. Qual o segredo para manter a saúde atrelada à beleza?

Ana Cristina: A saúde e a beleza andam juntas! Saúde não é só o que você come, é sua auto estima, suas palavras proferidas, sua maneira de viver, o que você vê, as pessoas com quem você se relaciona. Daí, a beleza fica estampada, porque beleza também não é só o que vemos, mas o que sentimos no outro.

Frisson: Qual sua avaliação sobre os riscos da busca desenfreada pela magreza?

Ana Cristina: A busca desenfreada pela magreza me assusta, pois as pessoas não estão olhando para a saúde, estão a qualquer custo, digo a qualquer custo, se mutilando. Já vi cada uma que dá um livro! A resposta é: acho um absurdo ... as pessoas têm cada uma um tipo físico, que deve ser RESPEITADO! Eu, por exemplo, nunca serei magrela, nunca. Tenho pernas grossas, sou praticante de atividades físicas diárias e me alimento muito bem, mas a definição do corpo vai ocorrer com naturalidade e com consistência. Existem dietas tão restritivas, que se tornam IMPOSSÍVEIS de manter a saúde e a vida.

Frisson: E o que pensa sobre a ação da mídia e das redes sociais nessa atmosfera criada de supervalorização do corpo e da imagem?

Ana Cristina: As ações das mídias são fundamentais para informações e direcionamento. Mas sempre haverá distorções como filtros que emagrecem, photoshop... Essas perfeições estão bagunçando a cabeça das pessoas. Ninguém consegue ser perfeito, SOMOS HUMANOS! Existem celebridades propagando as verdades sem filtro.., ainda bem!

Frisson: Agora, uma pergunta que não quer calar: é possível ficar magro e saudável sem gastar muito? Qual o segredo?

Ana Cristina: Com certeza é possível, pois dieta boa tem legumes, verduras, frutas, ovos, que são opções baratas. Caro é ficar doente!

Frisson: Todo mundo, hoje em dia, se preocupa em viver mais anos com bom estado físico e mental. O que, de fato, deve ser privilegiado na alimentação para se viver mais e melhor?

Ana Cristina: Alimentação saudável é mais simples do que imaginamos! As pesquisas mostram que dietas boas têm que ter individualidade, porém há algumas regras gerais: 
-comece pela salada;  
-mastigue bem;
-coma mais legumes verdes escuros. Eles ajudam o cérebro a rejuvenescer, dentre outros benefícios, é detoxificante e as fibras que possuem ajudam a eliminar o bolo fecal;
-a dieta começa no supermercado, então, compre só coisas saudáveis;
-chocolates 70/80% fazem bem se comermos até 20g dia;
-hidratação com 3 litros de água por dia; 
-comer mindfulness;
-carnes brancas e proteínas vegetais devem ser mais consumidas do que as carnes vermelhas (salvo em caso de anemia); 
-dormir direito; 
-tomar suplementos individualizados; 
-monte um prato bonito e com equilíbrio de macronutrientes; 
-se possível, consulte uma nutricionista.

Frisson: Durante essa pandemia da Covid-19, o que se tornou e ainda é mais importante quando o assunto é bem estar? 

Ana Cristina: Sobre a pandemia da Covid-19, a imunidade é a principal arma de proteção. Nunca foi tão importante cuidar da saúde. Observamos que as pessoas que mais complicam o quadro da doença são pessoas com alimentação ricas em carboidratos (doces, açúcares, refrigerantes), alimentação inflamatória com frituras e gorduras saturadas em excesso. Enfim, a suplementação de Vit D, Zinco, Vit C, E, Complexo B, a alimentação rica em nutrientes, como boas proteínas, legumes, verduras e frutas, uso de Probióticos para cuidados com o intestino e ômega 3 são necessários nesse tempo e para sempre. Cuidar da saúde é obrigação!

Frisson: E para o pós pandemia, o que podemos vislumbrar para a saúde dos brasileiros e mundial?

Ana Cristina: Sinceramente, sobre a saúde pós pandemia vejo que pode ser abalada. Há muitas sequelas para alguns (essa doença é uma surpresa). O que vejo no consultório são pessoas ansiosas. O pior de tudo é o psicológico, que realmente está abalado, seja por pós doença, perdas ou pela pressão dos meios de comunicação, que enfatizam a morte e não as curas. Isso está arrasando a cabeça de muita gente!

Frisson: Falando um pouco de sua trajetória, como descobriu a paixão por sua profissão?

Ana Cristina: A minha real paixão pela Nutrição nasceu desde criança. Eu nasci nutricionista (rsrs). Amava fazer receitas e cardápios para todo mundo que cruzava desde os quatro anos. Lembro que num Natal, pedi de presente um fogão de brinquedo, que vinha com receitas, e acredito que veio no meu DNA essa profissão. Considero isso um dom de Deus mesmo. Então, só agradeço, porque é minha missão de vida. Simplesmente, sei que só poderia ter feito essa escolha na vida. 

Frisson: Você é muito respeitada no seu meio profissional. Superou muitas adversidades até aqui?

Ana Cristina: As diversidades são inerentes a todos que fazem coisas inusitadas. Sim, tive muita resistência quando iniciei os exames genéticos, os atletas questionavam a proteína pré treino, que foi comprovada 15 anos depois por pesquisas de ponta, trazendo os melhores resultados. Mas na verdade sempre fui muito intuitiva nos meus atendimentos. Quem me conhece de perto sabe! Enfim, todos os dias temos resistência. O importante é seguir em frente. Como no caso do sapo surdo que chegou no destino porque não ouviu vozes contrárias. Se você sabe o propósito da sua vida, não vai dar valor às diversidades nem se paralisar por elas.

Frisson: De que forma analisa o atual cenário de glamourização dos profissionais de Nutrição?

Ana Cristina: A glamourização dos profissionais de nutrição é uma onda que se deu nesse tempo. Mas acredito que a Nutrição é um importante fator na saúde humana e, com esse destaque, a importância está sendo dada. Poderíamos sair de tanto remédio se usássemos a farmácia natural que são os alimentos. Acredito que o nome certo mesmo não seria nem glamour e sim enfatizar, dar importância a algo bom e barato, que é comer certo e que nunca antes na história foi visto com tantas comprovações científicas.

Frisson: Atualmente, você é uma das colunistas da Frisson e escreve para Editoria de Saúde. Qual a importância e o que pretende com mais esse canal de comunicação sobre a sua área?

Ana Cristina: Ser colunista é uma honra, uma grata surpresa deste início de ano. Atendo algumas pessoas da família da Gaida e amo antes de tudo essa família. Agora, estar presente nessa mídia, está sendo maravilhoso. O meu maior foco será sempre levar saúde, informações e pesquisas recentes a respeito da Nutrição, para que seja um serviço importante. Neste mundo precisamos de ajuda e muitas vezes uma palavra, uma informação pode mudar uma vida inteira. 

Frisson: Com tantos conhecimentos, como os utiliza em sua vida pessoal? E na sua família?

Ana Cristina: Sendo nutricionista, eu cuido da família como se estivesse cuidando de um paciente e vice-versa. A saúde se dá através do exemplo, então, muitas vezes eu prefiro não falar pra não ser a chata da casa colocando regras. Mas enfim, apenas organizo o cardápio e coloco na mesa. Amo arrumar mesas bonitas e cheias de coloridos e saladas, legumes, carnes cozidas, frutas e flores. Meus familiares sempre são avaliados e se preocupam com a saúde. Acho que estamos fazendo boas coisas. Claro que, às vezes, enfiamos o pé na jaca (rsrs). Mas logo retomamos o foco.

Frisson: De que maneira cuida do corpo, mente e alma?

Ana Cristina: Cuido muito do corpo porque sei que ele carrega uma alma e é templo do espírito! Faço exercícios todos os dias, de preferência em jejum, e faço orações para dirigir minha vida. Deus é o centro e a alma são nossas emoções, nosso caráter, nossa personalidade. Então, sempre levo ela pra passear.

Frisson: Para finalizar, qual seu conselho para as pessoas serem felizes com relação àquilo que comem?

Ana Cristina: Tudo depende do objetivo da pessoa. Por exemplo, se uma pessoa quer ficar sarada, musculosa e sair por aí comendo tudo, talvez não fique feliz. A boa relação com a comida é aquela que está de acordo com o que se quer atingir, suas metas. Comer besteira pode até trazer uma felicidade momentânea para quem quer emagrecer, pode ser um boomerang de tristezas, porque você não está sendo honesto consigo mesmo.
Falar de saúde e felicidade depende muito de cada um! Eu sou feliz comendo coisas saudáveis, porque sei dos benefícios, estudo para isso, mas de vez em quando como coisas que não são taxadas de saudáveis, mas também que me levam a um prazer sem exageros. O que vale é o EQUILÍBRIO! Nunca se paute nos extremos. Acredito que isso gere frustrações e tristezas. Comer ainda é um grande prazer!

COMENTÁRIOS