Grupo Cidade
Como as redes sociais estão influenciando a Geração Z a se cuidar, por Viviane Martins

Dra. Viviane Martins é médica com residência em Dermatologia pelo Centro de Dermatologia Dona Libânia

Foto: Divulgação

Não há dúvidas que as redes sociais formam opiniões e tendências, principalmente em relação aos jovens! Afinal, novos hábitos são criados graças à incessante Geração Z (definição para pessoas nascidas entre 1995 e 2010).

Os jovens se conectam na rede e logo exploram os mais diversos procedimentos de beleza. A Geração Z já chega no meu consultório por dentro de tudo, que por um lado é muito bom, pois facilita a consulta!

Antes, os jovens achavam que a Toxina Botulínica ou o Preenchimento eram reservados apenas para mulheres mais velhas, o que caiu por terra com a informação generalizada. Preenchimento Labial, Botox e o uso de Ácido Hialurônico para deixar o rosto mais marcado são alguns dos pedidos dessa Geração.

É super importante ressaltar que a Geração Z, além de estar interessada em pequenas melhorias, também está focadíssima na prevenção. Desse modo, utilizo diferentes procedimentos para cada tipo de público. Vou os entendendo e também exercendo a função de explicar o que é interessante fazer ou não para essa idade.

Realmente é na juventude que se deve começar a cuidar da cútis! Os jovens sabem que é nessa fase da vida que surgem os cravos, as inflamações, as espinhas, a dermatite seborreica... Por isso, além dos procedimentos, eles precisam e solicitam uma rotina de skincare. Digo mais: eles seguem à risca as minhas orientações! É super possível compor uma rotina completa de cuidados que vai de encontro aos seus anseios.

Por fim, deixo um recado à Geração Z: nada de seguir as “dicas” dos Influencers em relação aos cuidados com a pele. Cada pele é uma pele e cada uma exige cuidados, procedimentos e produtos específicos. Procure sempre um dermatologista. Anotado?!

Dra. Viviane Martins é médica com residência em Dermatologia pelo Centro de Dermatologia Dona Libânia

COMENTÁRIOS