Grupo Cidade
FIEC anuncia apoio ao Projeto Coalizão pelo Impacto em Fortaleza


Foto: Divulgação

Durante evento, na Casa da Indústria, nesta terça-feira (26), o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, anunciou que o Sistema FIEC vai apoiar o projeto Coalizão pelo Impacto, voltado para a solução de negócios que sejam sustentáveis e combatam os problemas sociais.

Entre os que participaram do encontro: o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará, FIEC, Ricardo Cavalcante; o vice-prefeito de Fortaleza, Élcio Batista; o reitor da Universidade Federal do Ceará, UFC, Cândido Albuquerque; o presidente da Coilibri e conselheiro do Grupo Edson Queiroz, Edson Queiroz Neto; a fundadora e presidente da Somos Um, Ticiana Rolim; a diretora executiva da Somos Um, Bia Fiúza; a vice-presidente da Mallory, Annette Reeves; a presidente do Visite Ceará/Fortaleza Convention e Visitors Bureau; Ivana Bezerra; a diretora executiva do Instituto Humanize, Georgia Pessoa, e a gerente executiva do Instituto de Cidadania Empresarial, ICE, e coordenadora da Coalizão, Fernanda Bombardi.

 

"Hoje, eu estou Presidente da Nordeste Forte, que é a união das nove Federações de Indústrias do Nordeste e qualquer trabalho que vocês precisarem podem contar conosco. Podem contar pessoalmente comigo, porque eu só acredito que a gente vai para frente, se a gente fizer o que está sendo feito. Então, eu parabenizo esse projeto. Podem incluir como parceiro o Sistema FIEC a partir de hoje”, garantiu Ricardo Cavalcante.

A Coalizão pelo Impacto é realizada pelo Instituto de Cidadania Empresarial ICE, Instituto Helda Gerdau, Instituto Humanize e Somos Um, com a parceria estratégica da Cosan, Fundação FEAC, Fundação Grupo Boticário, Instituto Sabin e Raia Drogasil. Essas instituições vão investir nos segmentos que integram o ecossistema de negócios.

Até 2026, elas vão fazer o aporte de R$ 29 milhões de reais aos projetos que visem a formação de negócios de impacto. A meta do projeto é apoiar até 600 negócios que vão movimentar a economia de Fortaleza, além de cinco outras cidades brasileiras: Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Belém (PA), Campinas (SP) e Paranaguá (PR).

“É motivo de orgulho para a cidade de Fortaleza ter sido selecionada para ser uma das seis cidades para fomentar o ecossistema do negócio de impacto, que vem crescendo no Brasil e no mundo e é importante que a gente fortaleça esse ecossistema reunindo os setores privado e público, além do terceiro setor. Essa complementariedade faz com que a gente possa escalar negócios e, obviamente, reduzir as desigualdades sociais, econômicas e espaciais com muito mais velocidade,” disse o vice-prefeito de Fortaleza, Élcio Batista.

Ainda durante o encontro, a fundadora e presidente da Somos Um, Ticiana Rolim, destacou a vitalidade da iniciativa e classificou como uma iniciativa de sustentabilidade. “O capitalismo produziu riqueza, mas não conseguiu distribuí-la e a gente vai precisar rever isso com coragem, com muito estudo e com experiências a Coalizão vem trazendo isso, para a gente conseguir fazer essa real transformação que o mundo precisa”, disse ela.

Fonte: Sistema FIEC

COMENTÁRIOS