Grupo Cidade
HOME NOTÍCIAS NOTÍCIASSUA IMPRENSA
Espumante Moscatel: confira origem e custo-benefício!

Para quem gosta de vinhos, um espumante Moscatel pode ser uma ótima pedida! Com características amenas e sabor adocicado, essa bebida é a ideal para inúmeras ocasiões e contempla diferentes perfis de consumidores de vinho.

Ao longo deste artigo, você poderá conhecer a origem do espumante Moscatel, bem como conhecer os motivos pelos quais as pessoas optam por ele para compor suas adegas. Se você veio até aqui com essas curiosidades, não deixe de conferir o conteúdo na íntegra para saber mais.

Boa leitura! 

Características do espumante Moscatel 

O espumante Moscatel é bastante famoso, querido e requintado. Seu nome traz a referência de sua origem, visto que o mesmo é proveniente da família das uvas Moscato, frutas brancas, em geral, com inúmeras variações em seu grupo. Apesar de as brancas serem a maior, cerca de 200 tipos de uvas, há ainda as uvas tintas que também entregam o espumante Moscatel.

Mesmo em suas variações, o espumante entrega um sabor aromático maravilhoso que é leve e que conquista facilmente diferentes paladares. Ele tem apenas 7% de álcool e por isso o aspecto adocicado é tão presente após a elaboração de seu rótulo. 

Por isso, se você deseja agregar o sabor de um alimento mais salgado ou que peça um teor mais doce para acompanhar, o Moscatel pode ser a pedida ideal! Apesar desse fator, isso não descarta o uso do vinho para acompanhar alimentos mais doces, como um panetone ou um bolo, ok? O espumante também vai muito bem com uma boa sobremesa!

É válido dizer que esse espumante é comumente utilizado como porta de entrada para quem está interessado em vinhos. Portanto, se você deseja fazer um jantar e confraternizar e quer escolher um vinho para agradar até mesmo quem não tem o costume de se deliciar com a bebida, o espumante pode ser um tiro certeiro!

Principalmente ao considerar o fato de que eles não são tão caros. No site da Werle, você pode encontrar diversas opções, além de um box completo com espumantes Moscatel com ótimo custo-benefício!

Comparação: espumante Moscatel x vinho Brut 

Caso você esteja procurando entender melhor sobre os tipos de espumantes para comprar ou para integrar alguns amigos, é bom comparar algumas características e saber onde e quando utilizá-los.

Para isso, vamos comparar o espumante moscatel com o Brut para que você possa fazer uma escolha assertiva. Bem, para começar, o ponto principal que diferencia o sabor de ambos é que enquanto o Moscatel tem o sabor doce e suave, o Brut é seco. Isso faz com que o seu teor de açúcar seja inferior visto que a concentração de açúcar distribuída por litro varia entre 8,1 e 15 gramas.

Por isso, enquanto o Moscatel funciona bem com comidas salgadas e também acompanha doces, mousses e bolos, o Brut deve ser mais utilizado com saladas e canapés, pratos com frutos do mar, carnes brancas e salmão, por exemplo. Caso você deseje utilizar o espumante mesmo assim com acompanhamentos mais doces, opte por alimentos com frutas.

Os espumantes Brut são bastante requintados e podem encaixar com diferentes refeições ou acompanhamentos. Em nosso site é possível conferir uma seção inteira com opções de espumantes Brut e suas características.

Comparação: espumante Moscatel x Demi-sec 

Uma outra comparação possível é do Moscatel com o Demi-sec, principalmente porque ambos costumam ser os queridinhos dos brasileiros amantes de vinho. Mas quais seriam as diferenças entre ambos?

Bem, a começar pela denominação, o Demi-sec se refere a vinhos meio seco, ou seja, vinhos com variação de 15,1 até 60 gramas de açúcar por litro. Ao beber um Demi-sec e experimentar um Moscatel, será possível sentir como este último tem um teor de açúcar mais aguçado.

Pode-se dizer que ambos fazem parte do equilíbrio: o Moscatel sendo um espumante suave, com baixo teor de álcool e o Demi-sec uma opção não totalmente seca, mas também ideal para quem não é fã de vinhos doces.

É válido dizer que apesar de meio seco, a depender do rótulo, alguns Demi-sec podem ser mais doces ou mais secos que outros.

Combinações gastronômicas com o espumante Moscatel 

A experiência de beber um bom vinho é realçada quando ocorre uma boa harmonização com os alimentos. Desse modo, é possível aproveitar ao máximo o sabor do vinho! Como dito, o Moscatel vai bem com sobremesas e é capaz de adoçar também combinações que tenham alimentos mais saudáveis, mas sem sombra de dúvidas, há algumas dicas que você não pode deixar de saber.

Uma delas, é a deliciosa combinação de panetone de frutas com um bom espumante Moscatel. Para quem gosta do aperitivo ou para quem quer inovar no natal com uma boa opção de vinho, fica a dica!

Além disso, é possível servir um vinho em uma refeição e em seguida trazer um mousse de chocolate ou outro doce sem que seja necessário parar de beber. Isso acontece justamente porque o Moscatel casa muito bem com alimentos adocicados.

Para quem gosta de queijos e quer combinar com a bebida, uma combinação incrível é com o queijo gorgonzola. A harmonização é ideal e é possível comer o queijo como petisco, como recheio para tapioca, wrap ou outro alimento e até mesmo comer salgados ou uma massa temperada com o molho de gorgonzola.

Essas são combinações que certamente agradarão a maioria dos paladares e ainda servirão para aproveitar completamente o sabor do espumante Moscatel.

Se você se interessou em saber mais sobre o vinho, não deixe de conferir a página do espumante Moscatel em nosso site e ver as principais ofertas. Aproveite e se delicie com ele

COMENTÁRIOS