Grupo Cidade
Vanja Fontenele assume vaga no TJCE após 38 anos no MPCE

Foto: TJCE

O Poder Judiciário cearense passa a contar, a partir desta quarta-feira (15/06), com mais uma mulher entre seus desembargadores. Com a posse da procuradora de Vanja Fontenele no cargo, oficializada na sede da Escola Superior da Magistratura do Estado (Esmec), o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) passa a contabilizar 21 mulheres como desembargadora da Justiça do 2º Grau, de um total de 50 ocupadas.

Vanja Fontenele foi nomeada para o cargo pela governadora Izolda Cela, no último dia 31. Ela ingressa no Tribunal na vaga da desembargadora Vera Lúcia Correia Lima, aposentada no último mês de março. A nomeação ocorreu após o Pleno do TJCE, em 19 de maio, definir a lista tríplice para preenchimento da vaga de desembargador e enviá-la à mandatária do Poder Executivo.

A chefe do Judiciário cearense também festejou a expressividade feminina cada vez maior entre os magistrados, tanto na Justiça do 1º como na do 2º grau. “A presença de mais uma desembargadora também ajuda a equilibrar a representatividade de gênero no Judiciário, uma conquista gradual, que se intensificou mais recentemente no Ceará, harmonizando sua composição com a realidade em que vivemos”, completou.

Após 38 anos de atuação no Ministério Público, a agora empossada desembargadora Vanja Fontenele Pontes fez questão de olhar para o passado, retribuindo o gesto de carinho da antiga colega dos bancos da Universidade Federal do Ceará (UFC), a atual presidente da Corte, a quem chamou de “querida amiga de todos os tempos, principalmente nos idos da nossa Faculdade de Direito, onde sentamos juntas para estudar e compartilhar experiências da juventude. Conhecemo-nos bem jovens, mas hoje conheci a mulher de fibra, apta a vencer desafios, para muitos, impossíveis. Sua administração neste TJCE tem sido marcada pela coragem e pela excelência".

Fonte: TJCE

COMENTÁRIOS