Grupo Cidade
HOME NOTÍCIAS NOTÍCIASMEIO AMBIENTE
Manchas de óleo chegam no Litoral Oeste do Ceará; pelo menos 64 praias já registraram o material

Até o momento, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) já recebeu cerca de 4 mil litros do material, enviado pelas prefeituras

Pedaços de óleo em praia na Taíba. Foto: Arquivo Pessoal

As manchas de óleo que vêm aparecendo em praias do Ceará já chegaram ao Litoral Oeste. Cidades como Taíba, Paracuru e Trairi registraram incidências durante o fim de semana. No total, já são 64 praias de mais de 11 cidades no Ceará com registros do material.

Até o momento, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) já recebeu cerca de 4 mil litros da substância, enviado pelas prefeituras. A articulação tem sido realizada pelo órgão junto ao Grupo de Articulação Interinstitucional, criado em 2019, quando o Nordeste passava pela mesma crise com incidente de manchas de óleo.

Segundo ainda a Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema),a limpeza das praias deve ser feita da forma mais rápida o possível, visto que a época do começo do ano é de desova de tartarugas. A recomendação, ainda, é que, caso a população encontre tartarugas oleadas, elas não sejam devolvidas para o mar. A orientação é contatar o Instituto Verdeluz ou a organização não governamental Aquasis. 

Leia também | Com chegada de óleo no litoral leste, Fortaleza tem 28 das 32 impróprias para banho

Ainda de origem desconhecida, o óleo foi visto pela primeira vez em Canoa Quebrada, em Aracati, no dia 25 de janeiro. A Marinha do Brasil e o Instituto de Ciências do Mar, da Universidade Federal do Ceará (UFC), já coletaram amostras para tentar identificar a origem do óleo. 

Os primeiros vestígios foram vistos na Praia de Canoa Quebrada, em Aracati, no dia 25 de janeiro. Segundo estudo da Universidade Federal da Bahia (UFBA) com a Universidade Estadual do Ceará (Uece), não é o mesmo material que foi encontrado nas praias do Nordeste em 2019.

Veja lista de praias com manchas já confirmadas:

Aracati – Cumbe, Canoa Quebrada, Majorlândia, Quixaba, Fontainha e Lagoa do Mato;
Fortim - Praia Canoé e Praia do Forte;
Beberibe - Praia do Parajuru e Prainha do Canto Verde;
Cascavel - Barra Nova, Barra Velha, Águas Belas e Caponga;
Aquiraz - Porto das Dunas, Japão, Prainha, Marambaia, Praia Bela, Praia do Presídio, Praia do Iguape, Praia do Barro Preto e Praia do Batoque;
Fortaleza – Praia da Abreulândia, Praia da Sabiaguaba, Praia do Futuro, Praia do Cais do Porto/Serviluz, Praia da Leste Oeste/Formosa e Praia da Barra do Ceará;
Caucaia – Praia do Cumbuco, Praia do Cauípe, Praia do Icaraí e Praia da Tabuba;
São Gonçalo do Amarante – Praia da Taiba, Praia do Pecém, Praia de Barramar e Praia da Colônia;
Paracuru – Praia do Quebra Mar, Praia Pau Enfincado e Praia do Vapor;
Paraipaba – Praia de Lagoinha, Praia do Porto Velho, Praia do Capim Açú;
Trairi – Praia de Cana Brava e Praia de Guajiru;

(Informações da Sema, atualizadas no dia 11 de fevereiro)

 

 

COMENTÁRIOS