Grupo Cidade
TRE-CE suspende atendimento presencial pelo aumento nos casos de Covid-19

Os serviços do TRE de regularização eleitoral se tornam ainda mais necessários visto que serão necessários para eleitores que os necessitem para as eleições de 2022

Foto: Divulgação

Com o aumento de casos da Covid-19 e de síndrome respiratória aguda no Ceará e no Brasil, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) suspendeu os atendimentos presenciais no Ceará até o próximo dia 31 de janeiro. O Tribunal é responsável por serviços como regularização eleitoral, solicitação de alistamento do primeiro título, transferência de município para votação etc. 

O órgão segue com atendimento virtual por meio do Sistema Título Net. A biometria, entretanto, segue suspensa conforme Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Quem perdeu o prazo e está com o título cancelado deverá fazer a operação Revisão no Sistema Título Net para reativar a inscrição eleitoral. 

Por meio do preenchimento do formulário e da anexação dos documentos requeridos, é gerado um protocolo para acompanhamento da solicitação. É possível, ainda, solucionar dúvidas sobre o requerimento, ligando para o Disque Eleitor 148, das 7h às 14h, de segunda a sexta. 

Entretanto, em caso de situações emergenciais, o TRE irá avaliar individualmente cada caso para atendimento presencial. Fica ainda garantido o atendimento presencial para pessoas que não possuírem  acesso à internet e a outros meios de comunicação digital. Entretanto, nestes casos, segue obrigatório o uso de máscara. 

Os serviços do TRE de regularização eleitoral se tornam ainda mais necessários visto que serão necessários para eleitores que os necessitem para as eleições de 2022, que incluem votação para presidente da República, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais (no caso do Distrito Federal). Eleitores devem regularizar a situação até o próximo 4 de maio. 

COMENTÁRIOS