Grupo Cidade
Ceará confirma três primeiros casos da variante Ômicron no Estado em viajantes

São três mulheres, viajantes, e que estão em isolamento em Fortaleza

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) confirmou os três primeiros casos da variante Ômicron no Estado. São três mulheres, viajantes, e que estão em isolamento em Fortaleza. As amostras foram confirmadas a partir de sequenciamento genômico no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen). Duas das amostras foram coletadas no no Centro de Testagem (CT) do Aeroporto Internacional de Fortaleza e a outra no drive-thru do Shopping RioMar Kennedy.

Uma das mulheres é uma tailandesa grávida de 24 anos que começou a sentir sintomas gripais no dia 7 de dezembro e fez exame no drive do RioMar Kennedy. A Secretaria não possui informações sobre a vacinação da paciente. 

A segunda é de uma mulher paulista de 31 anos que veio de São Paulo e teve os sintomas iniciados no dia 15 de dezembro. Ela é vacinada com duas doses da vacina contra Covid-19, mas a Secretaria não informou qual a marca do imunizante. 

Por fim, a terceira é uma cearense, natura de Tianguá, de 26 anos e que chegou em Fortaleza após ter passado em Milão, na Itália, e ter passado por escala no Rio de Janeiro. Ela também possui esquema vacinal completo, mas a Secretaria também não indicou a marca, e teve sintomas iniciados no dia 17 de dezembro. A pasta também não informou o estados das pacientes.

Em nota enviada para a imprensa, a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Ricristhi Gonçalves,destacou a necessidade de manter as medidas de proteção contra Covid-19. “A Sesa também faz o rastreio dos casos e o monitoramento dos pacientes. Até então, temos somente estes três casos importados da variante Ômicron e as pacientes estão isoladas. Seguimos monitorando e orientando os municípios a montarem barreiras sanitárias nas rodoviárias, para reforçar essa rede de identificação e proteção”.

 

COMENTÁRIOS