Grupo Cidade
Camilo oficializa passaporte de vacinação para entrada em bares, restaurantes e eventos

 

Foto: Divulgação 

No novo decreto estadual, anunciado em live nesta sexta-feira, 12, o governador do Estado, Camilo Santana (PT) determinou que, a partir desta segunda-feira, 15, será necessário apresentar um “passaporte da vacina” para entrada em restaurantes, bares e eventos. O documento deverá comprovar que a pessoa já está com a primeira dose ou que finalizou o esquema vacinal - de uma dose para a Janssen e de duas para as demais vacinas - para conseguir entrar no estabelecimento. 

“Estivemos no exterior e era um protocolo comum a exigência desse documento para entrar em um restaurante, em um bar de um hotel. Se está no ciclo vacinal de duas doses, comprove o esquema vacinal completo. E estamos implementando essa exigência com o único objetivo de proteger a população”, explicou o governador do Ceará, na live, que também contou com o secretário de Saúde do Estados, Marcos Gadelha.  

Para ter acesso ao documento, é necessário fazer download do aplicativo “Ceará App”, gratuito nos sistemas Android e iOS, clicar no serviço “passaporte de vacinação”, entrar na aba para emiti-lo e realizar o cadastro no sistema Gov.br. Após a entrada, clique na aba vacinas, vá nas doses recebidas e clique na opção “certificado de vacinação contra Covid-19”. 

Ainda, entre as mudanças no novo decreto, está a retirada de limite de horário em bares e restaurantes. Já eventos poderão receber até 2 mil pessoas ema ambientes abertos. O documento estadual deverá valer pelo menos 15 dias a partir de segunda-feira, 15. 

Em evento no Ceará, o ministro Marcelo Queiroga criticou o passaporte da vacinação e indicou que o documento é “absolutamente desnecessário”. Já em suas redes sociais, o governador Camilo Santana defendeu o uso do documento. “Sobre o Passaporte da Vacina, reafirmo o que sempre disse desde o início da pandemia: jamais terei medo de tomar qualquer medida que seja necessária para salvar vidas. Sempre seguindo a ciência e, jamais, os negacionistas, que podem me criticar e atacar à vontade. Perdem tempo”.

O Ceará já possui 5,3 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo - seja com a duas doses seja com a vacina de dose única -, o que representa 60,2% de toda a população cearense - incluindo menores de 12, que ainda não possuem autorização da Anvisa para a vacinação. 

Já em Fortaleza, o percentual de vacinados com primeira dose (D1) ou dose única é de 77,1%, e das pessoas que receberam segunda dose (D2) ou dose única é de 66%. Os dados são da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

COMENTÁRIOS