Grupo Cidade
Tasso Jereissati anuncia licença e suplente Chiquinho Feitosa deve assumir lugar no Senado

A saída se relaciona com uma pré-campanha para lançar Eduardo Leite, atual governador do Rio Grande do Sul, como candidato do PSDB à presidência

Foto: Divulgação Senado

O senador Tasso Jereissati (PSDB) anunciou que, pela primeira vez em quase 13 anos de mandato, irá se licenciar do cargo de senador a partir de novembro. O seu suplente, o empresário Chiquinho Feitosa, presidente do Democratas (DEM) no Ceará, deverá assumir seu lugar no Senado.

A saída se relaciona com uma pré-campanha para lançar Eduardo Leite, atual governador do Rio Grande do Sul, como candidato do PSDB à presidência. O governador disputa com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para ser escolhido pela sigla como pré-candidato. O anúncio da licença de Tasso foi feito, inclusive, na reunião do PSDB do Ceará, que já indicou apoio a Eduardo Leite. 

Ainda, com a saída do senador, o partido Aliança Brasil, uma fusão em andamento entre as siglas DEM - partido de Feitosa - e o PSL, ganha mais força no Ceará. 

Chiquinho Feitosa foi deputado federal entre 1999 e 2003 e é figura de grande influência na política do Ceará. Feitosa é atual presidente estadual do Democratas no Estado, sendo uma das opções para assumir a presidência do Aliança Brasil no Ceará.

 

COMENTÁRIOS