Grupo Cidade
Camilo conversa com Pazuello sobre credenciamento de leitos e anuncia chegada de vacinas nesta terça

O governador também fez apelo para que o Hospital Universitário Walter Cantídio, da UFC, possa atender pacientes com Covid-19

Foto: Divulgação

O governador Camilo Santana (PT) foi para Brasília na manhã desta terça-feira, 23, para participar de uma reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para abordar as medidas de combate à pandemia do novo coronavírus. 

Segundo o chefe do executivo cearense, a conversa foi composta por três pontos principais. O primeiro foi sobre o credenciamento de leitos de UTIs em hospitais estaduais. Na tarde desta segunda-feira, 22, Camilo realizou uma live junto com o titular da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, para mostrar a nova ala de UTIs do Hospital Estadual Leonardo da Vinci, adquirido pelo Governo para pacientes com Covid. A previsão é de 811 leitos de UTI até o fim de fevereiro. A meta é chegar a 1074 até o fim de março. 

Outro ponto tratado pelo governador foi sobre pedir para que o Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC), possa atender e auxiliar o Estado nos atendimentos a pacientes com a doença. “Precisamos ampliar, o hospital tem muitos leitos, e é fundamental que o único hospital federal do Ceará possa atender [pacientes com Covid]”, explicou o governador. 

O terceiro foi sobre a chegada de novas vacinas ao Estado. O governador anunciou que ainda nesta terça-feira, uma nova remessa do imunizante da AstraZeneca com a Universidade de Oxford deve chegar ao Estado e que a logística de distribuição já está montada para levar as doses para o interior do Ceará. "Está prevista nas próximas horas uma remessa de novas vacinas da AstraZeneca. Se for a mesma quantidade da vez passada, serão 72.500. São dois milhões de doses que chegaram hoje ao Rio de Janeiro e estão sendo validadas pela Fiocruz".

Também está prevista a chegada de um novo lote da vacina CoronaVac. As novas doses devem seguir a vacinação das primeiras fases, como também já dar continuidade na vacinação da segunda dose.

Coronavírus no Ceará

Na tarde desta terça-feira, 23, a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Estado estavam em 91,2%, com 14 hospitais estaduais com todos os leitos ocupados. O Ceará já possuía 413.050 casos confirmados desde o começo da pandemia e 11.040 óbitos.

 

COMENTÁRIOS