Grupo Cidade
Dr. Cabeto indica que a pandemia cresce em quase todas as regiões de saúde do Ceará

Cabeto ainda indicou que nesta quinta-feira, 18, foi decidido por um aumento de 60 leitos nas UPAs do Ceará, além de 40 leitos em cada hospital regional do Estado

Foto: Divulgação

Em live realizada na manhã desta sexta-feira, 19, o titular da pasta estadual de Saúde, Dr. Cabeto, fez um resumo sobre o panorama da Covid-19 no Ceará. Na transmissão, o secretário confirmou que a pandemia está se expandindo em quase todas as regiões de saúde do Ceará. 

Cabeto ainda indicou que nesta quinta-feira, 18, foi decidido por um aumento de 60 leitos nas UPAs do Ceará, além de 40 leitos em cada hospital regional do Estado. O movimento é devido ao aumento dos casos no Ceará, em que todos os 184 municípios do Estado se encontram em situação de risco “moderada”, “alta” e “altíssima”, de acordo com dados da Secretaria da Saúde. 

O secretário indicou que a letalidade está ainda menor do que a registrada em maio de 2020, quando ocorreu o pico da primeira onda da doença no Estado. Segundo Cabeto, a letalidade da doença estava em 9% em maio, ao passo que, na situação atual, está em 1,2%. 

Apesar do número, Dr. Cabeto demonstrou preocupação com as novas mutações do vírus, como a encontrada em Manaus e que já tem casos registrados no Ceará, inclusive de possível transmissão comunitária. 

“Existem muitas dúvidas sobre mutações, potencial de contagem e é possível sim que algumas dessas mutações interfiram na resposta das vacinas”. Ainda, indicou que uma forma de impedir as mutações é impedindo a transmissão do vírus, evitando aglomerações e respeitando as medidas indicadas pela Secretaria. “Quanto menos o vírus se transmitir, menos mutação tem. “É hora de ceder aos prazeres e fazer o movimento da solidariedade”.

COMENTÁRIOS