Governo do Ceará anuncia negociações para compra de 1,4 milhão de doses da vacina Pfizer

Segundo a Secretaria, a prioridade ainda é seguir o Programa Nacional de Imunização (PNI)

Foto: Divulgação

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria de Saúde (Sesa), anunciou que está “em entendimentos” com as farmacêuticas Pfizer e BioNTech para a possível compra de 1,4 milhão de doses do imunizante dos laboratórios. A informação foi confirmada a partir de nota da Secretaria de Saúde, enviada à Frisson na manhã deste sábado, 9. 

Segundo a Secretaria, a prioridade ainda é seguir o Programa Nacional de Imunização (PNI). Entretanto, caso as doses cheguem ao Estado, a Sesa já indica que a Universidade Federal do Ceará (UFC) disponibilizou freezers de alta potência para o armazenamento do medicamento. A nota indica que os freezers possuem a capacidade para conservar o imunizante em 70 graus negativos, temperatura necessária para a conservação das doses.  

Com eficácia de 95%, a vacina da Pfizer foi aprovada para uso emergencial nos Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia. De acordo com estudos preliminares, a vacina também imuniza contra a nova mutação do vírus, que já possui casos registrados no País. 

A Vacina no Ceará

O governador Camilo Santana (PT) havia estado em São Paulo em dezembro para negociar com o Governo de SP uma possível compra da vacina chinesa CoronaVac, que será produzida pelo Instituto Butantan. Entretanto, após participar do lançamento do Plano Nacional de Imunização, Camilo disse ao programa Bom Dia Ceará que a provável vacina a ser utilizada no Estado seria a da Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica Astrazeneca. O imunizante será produzido no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Leia também | Ceará deve receber 1,7 milhão de doses da vacina e estima começar vacinação em fevereiro

Tanto a vacina do Butantan quanto a da Fiocruz já entraram com pedidos de uso emergencial com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que tem até 10 dias para dar uma resposta.

Veja a nota na íntegra da Secretaria de Saúde:

A Secretaria da Saúde do Ceará informa que está em entendimentos com as empresas farmacêuticas Sinovac e Pfizer com o objetivo de adquirir 1 milhão e 400 mil doses de vacina para Covid-19. Mas a prioridade do Estado continua sendo seguir o Programa Nacional de Imunização (PNI). Caso a vacina da Pfizer chegue ao Estado, freezers de alta potência foram disponibilizados pela Universidade Federal do Ceará para o armazenamento. Os equipamentos têm capacidade para conservar a uma temperatura de 70 graus negativos.

 

COMENTÁRIOS