Camilo declara apoio “incondicional” a Sarto e Capitão Wagner dá resposta em live

O anúncio foi feito em coletiva realizada na noite desta segunda-feira, 16

Foto: Reprodução

O governador Camilo Santana (PT) declarou apoio “incondicional” ao candidato José Sarto (PDT) nas eleições municipais em Fortaleza. Sarto disputa com o deputado Capitão Wagner (Pros) no segundo turno para a Prefeitura da Capital. O anúncio foi feito em coletiva realizada na noite desta segunda-feira, 16. 

Camilo reafirmou a parceria administrativa entre o Governo do Estado e o PDT e classificou a candidatura de Capitão Wagner como uma que representa o ódio e a intolerância e, ainda, “o que há de pior na política”. O governador também acusou o candidato de participação dos motins da Polícia Militar no Ceará e relacionou o deputado com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 

“O Sarto representa um projeto, não uma candidatura pessoal. Fortaleza não pode estar apenas pautada a um projeto pessoal ou partidário. (...) Vamos conversar com todos os partidos, todas as lideranças, fazer essa convocação e mostrar esses dois projetos antagônicos”, falou Camilo. 

No primeiro turno, o governador não manifestou apoio a nenhum candidato, nem mesmo à Luizianne Lins (PT), representante de sua agremiação que concorria ao Palácio do Bispo.

Em live realizada também na noite desta segunda-feira, o candidato do Pros criticou a "falta de posição" do governador por não ter declarado apoio à candidata petista. "Em nenhum momento, durante a campanha, vi o Camilo se solidarizar com Luizianne. Nunca vi o Camilo pedir para respeitar Luizianne porque ela tem um legado, deixou um legado social na cidade, foi responsável pelo Hospital da Mulher. Nunca vi o governador partir em defesa da candidata do seu partido", declarou o candidato. 

Capitão Wagner também relacionou a posição de Camilo em Fortaleza com as eleições de Caucaia, ressaltando que o candidato Elmano (PT) não recebeu apoio do governador, ficando fora do segundo turno. Na cidade, os candidatos Naumi Amorim (PSD) disputa o pleito com o deputado Vitor Valim (Pros), aliado de Wagner.

Após 100% das urnas apuradas, foi registrado no primeiro turno que o José Sarto teve 457.622 votos (35,72%). Já Capitão Wagner recebeu 426.803 votos (33,32%). A diferença foi de 30.819 votos. O segundo turno está marcado para o domingo, 29.

 

COMENTÁRIOS