Grupo Cidade
Em casa de ferreiro, o espeto deve ser de ouro


?Foto: Divulgação

Você é responsável pelo marketing de alguns clientes, mas não faz o seu próprio post?

Você fica contando mentira para si mesmo para não assumir a responsabilidade pelo seu conteúdo?

A máxima “em casa de ferreiro, o espeto é de pau”, tira de você a responsabilidade por suas ações, tornando o seu trabalho insignificante. 

O seu trabalho vale ouro. E você precisa mostrá-lo.

O fato é que fazer para “o outro” é mais fácil do que fazer o nosso próprio material.

Inclusive “o outro” é motivo (OU DESCULPA) de adiarmos o nosso próprio post, os nossos projeto e sonhos. 

Você vive na dinâmica da OCUPAÇÃO! Estar ocupado não é o mesmo de estar comprometido. 

Estar ocupado é quando você se mantém fazendo muitas coisas, mas não assume a responsabilidade de tomar pra si o COMPROMISSO do próprio crescimento. 

Gosto de dizer aos meus alunos que doses constantes de AUTOBONDADE e AUTORESPEITO fazem um bem elevado a construção da sua própria maturidade e da maturidade do negócio.

Essa é a beleza do empreender em marketing: criar um laço afetivo entre você e você mesma, faz o teu direcionamento com os clientes aumentarem o teu engajamento, compromisso e realização. 

Além disso, se você não cuida dos seus posts, como vai dar conta de fazer pelo outro?

Acredito que esse é também o princípio bíblico: “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. Se você não se ama verdadeiramente, como vai cuidar de clientes?

Faça por você, depois você transborda. Sei que esse é o processo inverso do que pensamos em um negócio de marketing, mas você, ao se pesquisar por você, gostaria de ver o que viu nas suas redes sociais? Você se contrataria?

Trate de fazer o que tem que ser feito e use o seu conhecimento a seu favor. No marketing atual, é fundamental que você se mostre. 

Afinal, como sempre digo: A ÚNICA COISA QUE A CONCORRÊNCIA NÃO TEM É VOCÊ!

Bora começar a respeitar a sua história e criar um espeto de ouro?

Esse texto faz sentido pra você?

Por Lidú Figueiredo
@lidufigueiredo

COMENTÁRIOS