Grupo Cidade
"Comecei a empreender no marketing quando era funcionária", por Lidu Figueiredo

Detalhe: Você é do marketing e não aguenta mais ficar só no nível das postagens

Foto: Divulgação

Não estou falando sobre ter um negócio. Estou falando de você, que tem formação em marketing e que precisa desbravar novas possibilidades, mas todo mundo ver você como “A menina do Marketing” ou “O menino do Marketing”.

Detalhe: Você é do marketing e não aguenta mais ficar só no nível das postagens.

Quando eu comecei também sofri muita resistência para colocar em prática o que eu sabia. Trabalhava em um veículo de comunicação escrevendo matérias pagas, os publieditorial. 

Uma vez, porque ninguém quis fazer, criei um caderno inteiro para uma loja de varejo local que estava completando 30 anos. “Essa é minha oportunidade”, pensei. Mostrei minhas habilidades em texto e layout e também alinhei tudo ao projeto de marketing da rede de lojas. 

O caderno foi um sucesso comercial. Era o início da minha nova etapa: projetos maiores, melhores e cheios de oportunidades. 

Sei que essa época é antes das redes sociais, mas o que estou enfatizando é que eu poderia ter ficado parada e feito o básico, nada extraordinário. 

Não queria reforçar aquele pensamento: “Ela tá começando. Não vai saber fazer” ou “Quero alguém mais experiente para fazer”.

O fato é que não fazer custa MUITO CARO. Então, em vez de ficar dizendo que sabe fazer, simplesmente FAÇA!

As pessoas não ligam para o que você diz. Elas observam o resultado. Então, digo novamente: FAÇA!

Eu contei essa história porque ela representa um marco na minha vida. Desde então, comecei a empreender, ser curiosa e sempre estou na condição de aprendiz. 

Entendi que não preciso provar nada pra ninguém, mas preciso fazer por mim mesma para que eu possa continuar sempre me desafiando. 

Contei essa história uma vez em sala de aula e pra minha surpresa, um dos alunos era parente do dono da loja. Ele me mostrou uma foto dele segurando o caderno que desenhei. 

Afffff... que felicidade saber sobre o impacto que causamos na vida das pessoas. Pena que não tenho mais a foto.

Depois desse acontecido, eu recebi alguns prêmios internos e reconhecimentos nacionais nas áreas de design e texto. Só reforço: Vale a pena!

Gostou? Envie para seus amigos que precisam se motivar a praticar o que sabem!

Compartilha comigo o que está achando das dicas pelo Instagram: @lidufigueiredo

COMENTÁRIOS