Grupo Cidade
Apresentador da TV Cidade, Ricardo Bezerra compartilha projetos e trajetória

O programa Conexões é transmitido através da TV Cidade, na Jovem Pan News Fortaleza e no canal do GC Mais no YouTube

Foto: Lino Vieira

Empresário, especialista no setor de imóveis e comunicador, o apresentador Ricardo Bezerra estreou na TV Cidade em abril, com o programa multiplataforma Conexões. Entrevistando nomes do empresariado, principalmente do setor imobiliário, Ricardo é também fundador da Immobilis, uma das maiores imobiliárias do Nordeste. 

O programa Conexões é transmitido através da TV Cidade, da Jovem Pan News Fortaleza r no canal do GC Mais no Youtube. O apresentador conversou com a Frisson sobre sua trajetória e suas expectativas para o primeiro ano do programa. Confira:

Frisson: Você possui mais de 30 anos de experiência no setor de imóveis. Pode falar um pouco dessa trajetória? 

Ricardo Bezerra: Na verdade, comecei em 1990 ou seja, há 32 anos. Eu ainda cursava a faculdade de Direito da UFC quando fundei a [empresa] Immobilis. Em pouco tempo, já figurávamos entre as principais imobiliárias de lançamentos de Fortaleza. E, um pouco mais à frente, nos tornamos a maior. Em 2008, numa das primeiras operações de “Fusões e Aquisições” empresariais profissionais do Estado, vendi uma parte de minha operação à Lopes, uma empresa de capital aberto (LPSB3) e a maior imobiliária de intermediações do Brasil. Assim, nascia a Lopes Immobilis, hoje considerada a maior do Norte/Nordeste.

Frisson: Como o senhor se dirigiu para esse setor? Pode falar um pouco sobre a Lopes Immobilis?

Ricardo Bezerra: Como disse antes, eu cursava direito na UFC e, num belo dia, fui procurado por um parente que queria comprar um apartamento. Fiz, então, a minha primeira venda. Então, decidi abandonar a carreira jurídica e focar, integralmente, na corretagem imobiliária. De início, mesmo sem experiência, fundei a Immobilis, cuja trajetória já é de conhecimento de todos, até chegarmos ao patamar atual.

Frisson: O senhor é empresário. Pode falar um pouco sobre seus projetos no empresariado? 

Ricardo Bezerra: Meu foco total é no crescimento da Lopes Immobilis, criando produtos e lançando empreendimentos com exclusividade. Esse, na verdade, é o nosso “Core Business”: criar novos e inovadores produtos, adequá-los a um determinado terreno, vender a ideia a um incorporador e, fechando o processo, comercializamos o produto ao consumidor final! Como você vê, nós atuamos no atacado (terrenos e criação de produtos) e no varejo (venda ao consumidor final). Trata-se de uma operação imbatível e que vem dando certo há mais de 30 anos. Esse é o nosso modelo de negócio.

Frisson: O senhor já passou por diversos Grupos de Comunicação. O que te trouxe, então, para o Grupo Cidade? 

Ricardo Bezerra: Eu nutro grande respeito e amizade a todos os grupos de comunicação que já tive a honra de participar. Mas o que me atraiu, realmente, ao Grupo Cidade foi o fator audiência! O sucesso é atraente demais! E a Jovem Pan News é um grande case de sucesso no Brasil, sendo a sua audiência gigantesca e imbatível. Esse foi o maior fator de atração, repito. Eu gosto de ficar perto dos grandes, dos campeões e tenho conseguido isso no Grupo Cidade.

Frisson: Você apresenta o Conexões. Pode falar sobre o programa, suas expectativas? 

Ricardo Bezerra: Na verdade, o Conexões começou (!!!) e começou muito bem, fazendo o que esperávamos: sucesso! Já estamos há dois meses (o tempo passa rápido), conversando com os maiores players que movem a economia de nosso estado. Sempre falamos de coisas positivas, de sucesso pessoal e empresarial. Mexemos com o fator emoção, quando trazemos depoimentos de amigos e familiares dos convidados, dando um toque de muita emoção ao programa. Além, óbvio, de termos a oportunidade de ouvir e conhecer grandes histórias reais de vida e profissionais, das maiores personalidades de nossa sociedade. Esse é o grande segredo do sucesso do Conexões.

Frisson: Você fala que deseja conectar pessoas com bons negócios. O que isso significa na prática? 

Ricardo Bezerra: É o que tenho feito, dia após dia, desde 1990 ou seja, há mais de 30 anos. Os meus convidados são, em sua maioria, grandes amigos e clientes, o que nos coloca numa posição totalmente diferente em relação a um entrevistador/jornalista e um convidado. Eu conheço a pessoa convidada, tenho um relacionamento de amizade e profissional com ela. Por isso, a conversa flui naturalmente. Esse é outro fator do nosso sucesso: não é uma "entrevista'' pura e simples. É uma conversa, de igual para igual, entre dois empresários que lutam diariamente em prol do sucesso de suas empresas. 

Frisson: Você já começou o programa entrevistando grandes nomes, como Pio Rodrigues, Deusmar Queirós… Como decide seu entrevistado? 

Ricardo Bezerra: Eu mesmo decido. É simples: chamo os principais nomes que fazem mover a economia de nosso Estado. Teve sucesso, gerou empregos e renda para a nossa economia, já é um forte candidato a vir para o Conexões. A regra é o respeito que a pessoa tem perante a sociedade e o seu sucesso pessoal e empresarial. Não importa o setor econômico. Se for campeão, vem para o Conexões. Aliás, esse é o lema do programa: no Conexoes, só entra campeão!

Frisson: O que deseja trazer para seu espectador em suas entrevistas? 

Ricardo Bezerra: No Conexões é diferente! Não há uma “entrevista” propriamente dita. O que há é um bate-papo, de igual para igual, entre dois empresários, sendo que um deles (eu), vou “puxando” a conversa. É simples assim e, repito, esse é o modelo de sucesso do Conexões. As pessoas estão cansadas de más notícias! É pandemia, morte, inflação, guerras… No Conexões, só se fala em coisas boas, em positividade, em prosperidade e sucesso. E tudo é verdade, não é fake news ou ficção. É a realidade pura e positiva, tomando conta do programa. E creia: as pessoas estão gostando de ouvir! 

Frisson: qual acredita que seja seu diferencial como apresentador? 

Ricardo Bezerra: Como já disse aqui: não sou um “apresentador” tradicional, sou uma pessoa de mercado, um empresário, que tem um dom de comunicar, até porque sou um vendedor (eu vendo sonhos... Vendo projetos... Convenço pessoas diariamente... Vendo imóveis!) e, munido dessa experiência, converso com campeões de todos os setores da economia os quais são, em sua maioria, amigos meus e também, clientes. Portanto, tudo fica mais fácil, mais fluente e mais tranquilo. É por isso que o Conexões é um sucesso! Esse nosso modelo de programa e apresentação é ímpar, não existe!

Frisson: Você iniciou a apresentar o Conexões este ano. Já possui projetos que deseja trazer para o programa? 

Ricardo Bezerra: Traremos os principais nomes do empresariado, cultura, desportos, entretenimento, ciência... Enfim: fez sucesso, gerou empregos, ajudou à sociedade de alguma forma, vem para o Conexões. Em suma: se for um campeão, é forte candidato a vir para o Conexões!

Frisson: Quais seus objetivos para 2022?

Ricardo Bezerra: Continuar o forte crescimento da Lopes Immobilis, buscando o melhor resultado possível este ano e nos anos vindouros. A minha meta é dobrar o VGV e o faturamento até 2024, independente de governos, ideologias ou economia. Vamos em frente, sempre. E para o Conexões é atingir o máximo de repercussão positiva, com altos índices de audiência e o maior respeito possível, perante a nossa sociedade.

COMENTÁRIOS