Grupo Cidade
Janaína Oliveira, Empresária do Baratão Curió, preza pela qualidade no atendimento

Janaína conversou com a Frisson sobre sua trajetória no empresariado e planos para 2022

Foto: Lino Vieira

A Empresária Janaína Oliveira, está no segmento de supermercados há dezoito anos. Em 2009, surgiu a primeira unidade do supermercado, na Lagoa Redonda. O empreendimento cresceu e, em 2021, já conta com duas unidades em Fortaleza. A ideia é seguir crescendo com o supermercado na Capital. Líder ousada e agressiva, ela enfrentou os desafios e a concorrência para criar um gigante em sua região e, agora, quer disseminar práticas saudáveis de vida. Abraçando a comunidade, conhecemos nosso cliente pelo nome, estamos ouvindo e buscando sempre o melhor.

Leia também | Baratão Curió inaugura unidade no Planalto Ayrton Senna; veja fotos

A empresária valoriza atendimento personalizado e demonstra amar o que faz. Aberta a novas ideias e com um olhar para o lado social, Janaína conversou um pouco com a Frisson e contou sobre seus planos para o Baratão, sua dinâmica de trabalho e, ainda, seus valores no empresariado.

Confira a entrevista:

Frisson: Janaína, antes do lançamento do Baratão Curió, você tinha outros planos? Qual a sua trajetória profissional? 

Janaina Oliveira: Queria ser advogada, mas acabei adiando o sonho. Fui seduzida em abrir um supermercado e desde ali me dediquei a esse desafio. Hoje sou completamente realizada. Trabalho sem parar e estou sempre com a cabeça a mil. Dedico boa parte do meu tempo ao trabalho e estou sempre ligada as tendencias e lançamentos de produtos. 

No início da sua carreira, você tinha clareza de qual setor gostaria de atuar?

Não. Sempre planejei muito pouco minha carreira. Nesse aspecto, planejei menos e senti mais. O que me leva a tomar decisões de carreira são as chances de realizar e aprender. Busco algo que me desafie. Sou bastante competitiva. E também busco algo que me divirta. Claro que todo mundo tem dias horrorosos, difíceis. Mas trabalhar para bater cartão nunca deu para mim. E dinheiro nunca foi o meu único motivador. E eu não tinha a menor ideia do que era.

Frisson: De onde surgiu o Baratão Curió? Pode contar a história do mercadinho até o supermercado? 

Janaina Oliveira: O Baratão Curió existe há 12 anos. Comecei com meu ex-marido em uma pequena loja na Lagoa Redonda, depois fui pro Curió. Lá, o Baratão Curió foi abraçado pela comunidade e se estabeleceu. Hoje, não é possível contar a história sem falar do carinho das pessoas, a fidelidade dos clientes nos incentivam a cada dia investir mais em nossas lojas.

Frisson: Como é a divisão de trabalho entre você e seu sócio? 

Janaína Oliveira: Depois que nos separamos como casal, eu e meu ex-marido resolvemos continuar como sócios afim de não prejudicar a organização. Hoje, a operação da loja é toda comigo, mas sempre estou passando a ele alguma informação necessária. É uma sociedade saudável e transparente. Estou sempre em busca de ler e me capacitando para trazer o melhor pra nossa equipe e para nossos clientes.

Frisson: Qual foi o processo de criação da marca? E quais foram as principais dificuldades? 

Janaína Oliveira: Nossa primeira loja chamava Baratão Messejana, depois que fomos pro Curió. Colocamos Baratão Curió porque os clientes assim conheciam a loja, então usamos essa força da comunidade pra usar como marca. As principais dificuldades, acho que o momento em nós nos separamos. Foi bem delicado porque exigia muito equilíbrio pra não respingar na empresa, mas Deus nos deu sabedoria e, depois disso, foi só crescimento. 

Outra batalha era lhe dar com os concorrentes. Tínhamos que atrair clientes para nossa loja. Começamos a capacitar nossa equipe e investir em tecnologia. Fora isso, temos muita variedade de produtos nas gondolas.

Frisson: Qual o diferencial do Baratão Curió? E quais são seus valores? 

Janaína Oliveira: Diferencial, serviço! Abraçamos a comunidade, conhecemos nosso cliente pelo nome, estamos ouvindo e buscando sempre atender às necessidades do nosso consumidor de pertinho. Priorizamos gerar emprego e renda a onde estamos situados. Fazemos também ações sociais e levamos prosperidade pro bairro. Temos diversidade no mix, é um preço justo e acessível a todos.

Frisson: Como empresária, quais dificuldades você observa no ramo? 

Janaína Oliveira: Existe um divisor de águas no cenário supermercadista depois da pandemia. O mercado mudou, nós mudamos, e por sermos um serviço essencial, onde funcionamos sem parar… Existem muitas lojas abrindo. O mercado está aquecido e, com isso, aumenta a concorrência e isso é um pouco delicado, além de não ter tanta mão de obra disponível para algumas funções específicas do setor.

Frisson: O que mais te atrai nesse ramo do empresariado e do segmento de supermercados? 

Janaína Oliveira: Sou muito suspeita em falar do varejo porque sou completamente apaixonada pelo que faço. Gosto de estar no chão de loja, gosto de atender os fornecedores com cordialidade, trazer bons negócios pra que meus clientes possa usufruir. Gosto de ver o movimento da loja, de gerar emprego e renda pra tantas famílias. Me sinto feliz. Se vocês pudessem me ver escrevendo, meus olhos brilham.

Frisson: Vocês chegaram agora no Planalto Ayrton Sena. Como foi o processo de decisão do local? 

Janaína Oliveira: O Planalto já era um sonho antigo. Sempre quis mais lojas, porém foi de repente, surgiu o convite e nos interessamos pelo bairro. A loja demorou em torno de um ano pra construir e abrir as portas. Estamos construindo uma história lá, pedindo muita sabedoria de Deus.

Frisson: Quais são os projetos do Baratão para 2022?

Janaína Oliveira: Minha mente não para (risos). Sem dúvidas abrir mais lojas, além de outros projetos paralelos, mas sem dúvida está ligado ao crescimento do negócio. Amo marketing e parte de comunicação, estou sempre antenada nas redes sociais e na comunicação com meus clientes. Faço questão de acompanhar o SAC e dar feedback do que esta acontecendo. Isso é um dos nossos diferenciais. A sensibilidade do dono, identifica alguns pontos que podemos melhorar e crescer mais acertivamente.

Siga @baratao.curio

 

COMENTÁRIOS