Empresário Flávio Figueiredo conta trajetória como empresário e fala sobre supermercado Guará


Foto: Divulgação

De experiências com turismo, postos de gasolina e varejo automotivo, o empresário Flávio Figueiredo se viu com um novo desafio: o de dirigir um supermercado. Empreendimento da família, o supermercado Guará surgiu em 2007 como uma nova aposta de negócio. Com cinco lojas em Fortaleza, o empreendimento vem criando novas perspectivas de crescimento. 

A Frisson conversou com Flávio Figueiredo sobre sua trajetória e aprendizado. Confira:

Frisson: Como você começou sua carreira no empresariado? Pode nos contar um pouco de sua trajetória?

Flávio Figueiredo: Iniciei minha jornada juntamente com meus irmãos, acompanhando nosso pai, nas empresas da família. Passei pelo segmento de turismo, posto de gasolina e no varejo automotivo na concessionária Guarautos. Em 2007, vim gerir o Supermercado Guará.

Frisson: Pode contar um pouco da história do supermercado Guará? De onde surgiu o nome, a proposta…?

Flávio Figueiredo: Tínhamos uma loja alugada para uma rede de supermercados na época. Mas então não deram continuidade e devolveram nosso imóvel. A partir dai, meu Pai teve a ideia de montar um novo negócio, no caso, o Supermercado Guará. Ai então ele teve a primeira loja inaugurada em novembro de 2007. O nome Guará é uma abreviação do nome Guarautos (nossa concessionária automotiva).

Frisson: Quais são as características do segmento de supermercados no Ceará? E quais são as dificuldades de criar uma empresa dessa forma?

Flávio Figueiredo: Assim como em outros segmentos, podemos citar a competição como característica, seja competição por excelência operacional, inovação, preço ou serviço. Já as dificuldades, tivemos problemas na criação e ainda temos, mas buscamos vencer esses desafios todos os dias com muita disposição, organização e respeito ao próximo.

Frisson: Vocês já estão em Fortaleza há 13 anos. Como a cidade se transformou durante esse tempo?  E nesses anos, qual foi a evolução do supermercado?

Flávio Figueiredo: Fortaleza tem crescido bastante, bairros antes predominantemente residenciais hoje já contam com comércios próprios e vários já receberam shopping centers que facilitam o dia a dia e trazem entretenimento para perto de todos. Começamos com uma loja de 980m, no bairro Presidente Kennedy. Tínhamos por volta de 58 funcionários. Em 2013, começamos o nosso plano de expansão, abrimos a segunda unidade no bairro Jacarecanga. 2014 abrimos a terceira unidade no município do Eusébio, e em 2016, no bairro Parangaba. Em 2018 chegamos à Aldeota e agora, em 2020, ao bairro Praia de Iracema. Estamos atualmente com 584 funcionários. A previsão é chegarmos ao final de 2022 com 10 lojas.

Frisson: Durante a pandemia do coronavírus, os supermercados puderam continuar abertos. Como esse momento de quarentena mudou a rotina dos supermercados?

Flávio Figueiredo: Além de todas as medidas preventivas que adotamos para proteger colaboradores e clientes, aprimoramos constantemente o aplicativo do Supermercado Guará para oferecer serviços que tragam comodidade e praticidade aos nossos clientes. Inclusive, no último dia 15/10 disponibilizamos a opção de retirada de compras, denominada Pick Up Store, onde o usuário do APP ao selecionar essa opção receberá um código Qr-code, com ele terá total autonomia para pegar suas compras no espaço anexo ao Guará aldeota. O Qr-code destrava a porta da entrada e dos armários, secos ou refrigerados.

Frisson: O supermercado lançou um aplicativo para compras on-line. Como vem sendo o crescimento do e-commerce nesses últimos meses?

Flávio Figueiredo: O aplicativo Supermercado Guará foi lançado em 2019 e desde então vários serviços já foram agregados. Em abril de 2020 tivemos um pico em número de pedidos, muitos desses clientes permanecem comprando pela plataforma, outros preferem ir às lojas. Tem também os consumidores híbridos, compram pelo aplicativo e em loja.

Frisson: Muitas empresas aliam a inovação à responsabilidade social. Em quais projetos o supermercado Guará atua?

Flávio Figueiredo: Anualmente temos a nossa campanha Natal Solidário Guará, uma corrente de solidariedade entre Guará, fornecedores e clientes que teve início em 2018, quando beneficiamos a Associação Peter Pan. Em 2019, a entidade beneficiada foi o Instituto da Primeira Infância - IPREDE. Em ambos foram doadas mais de cinco toneladas de alimentos.

Frisson: O que é ser empreendedor no Ceará? Qual a dica que você pode dar para quem deseja começar a empreender?

Flávio Figueiredo: Empreender é contribuir com a geração de emprego, criar oportunidades, somar para o crescimento dos estados e ajudar no bem estar das pessoas. Acredito que quando se determina a trabalhar com ânimo, organização e respeito com as pessoas, é possível empreender com o que se tem e onde estiver. A perspectiva é continuar crescendo e melhorar a experiência de compra dos clientes.

 

COMENTÁRIOS