Grupo Cidade
Camilo Santana suspende edital de Carnaval da Secult, que definiria os ciclos carnavalescos de 2022

Na semana passada, Camilo já havia anunciado a proibição de grandes eventos para o Réveillon, permitindo apenas eventos de até 2.500 pessoas em espaços fechados e 5.000 em locais abertos

Foto: Divulgação

O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou em suas redes sociais a suspensão do edital da Secretaria de Cultura do Ceará (Secult), que definiria os blocos e grupos musicais para o Ciclo Carnavalesco de 2022. Em nota publicada na manhã desta terça-feira, 30, o governador indicou que o momento não permite a programação de festas.

“Informo aos cearenses que determinei hoje o cancelamento do Edital do Carnaval 2022, da Secult. Definitivamente não é o momento de estarmos programando essas festas. Continuamos acompanhando, com preocupação, o avanço da nova variante do coronavírus pelo mundo, e devemos ter toda a prudência e responsabilidade para evitar que atinja o nosso Ceará. Seguimos firmes na luta para vencer de vez a pandemia. Vidas em primeiro lugar!”, indicou o governador. O edital havia sido divulgado nesta segunda-feira, 29. 

Na semana passada, Camilo já havia anunciado a proibição de grandes eventos para o Réveillon, permitindo apenas eventos de até 2.500 pessoas em espaços fechados e 5.000 em locais abertos. Sobre o Carnaval, o governador indicou que o tema seria analisado pelo Comitê de Combate à Pandemia nas próximas reuniões. 

A preocupação é pela nova variante, Ômicron, que foi classificada como "variante de preocupação" pela Organização Mundial da Saúde. Apesar de ainda não haver nenhum caso confirmado no Brasil, a variante vem sendo uma preocupação mundial.  

Já a Secretaria de Cultura indicou que o edital será “submetido ao Comitê Científico de Combate à Pandemia quanto à viabilidade e forma de execução”.

COMENTÁRIOS