Grupo Cidade
Dupla de jornalistas recebe Nobel da Paz 2021 por defesa da liberdade de expressão

Segundo o Comitê Norueguês do Nobel, os jornalistas se destacaram pela “luta corajosa pela liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia"

Foto: Reprodução

A dupla de jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov foram os laureados do Nobel da Paz de 2021 por sua luta pela liberdade de expressão. A comenda, entregue pela Academia Real das Ciências da Suécia, foi anunciada na manhã desta sexta-feira, 8, após uma semana de entregas e celebrações. 

Segundo o Comitê Norueguês do Nobel, os jornalistas se destacaram pela “luta corajosa pela liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia. Ao mesmo tempo, são representantes de todos os jornalistas que defendem esse ideal em um mundo em que a democracia e a liberdade de imprensa enfrentam condições cada vez mais adversas”. Essa luta seria então “uma condição prévia para a democracia e para uma paz duradoura".

Natural de Filipinas, Maria Ressa é conhecida por ser co-fundadora do website Rappler, de jornalismo investigativo. “Ressa usa a liberdade de expressão para expor o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo em seu país natal, as Filipinas", indicou a Academia. 

No site, Ressa destaca frequentemente o regime autoritário de Rodrigo Duterte, presidente da Filipinas, eleito em 2016. “O Rappler tem dado uma atenção crítica às controvérsias e à campanha assassina antidrogas do regime de Duterte. O número de mortes é tão alto que a campanha se assemelha a uma guerra travada contra a própria população do país. A Sra. Ressa e Rappler também documentaram como a mídia social está sendo usada para espalhar notícias falsas, assediar oponentes e manipular o discurso público”.

Já Dmitry Andreyevich Muratov é jornalista russo e um dos fundadores do jornal independente "Novaya Gazeta" (novayagazeta.ru), em 1993. Editor-chefe desde 1995, Muratov é um dos críticos ao presidente da Rússia, Vladimir Putin. Desde que o Kremlin assumiu o poder, em 2000, o jornal teve seis jornalistas mortos.

“O jornalismo baseado em fatos e a integridade profissional do jornal o tornaram uma importante fonte de informações sobre aspectos censuráveis ??da sociedade russa raramente mencionados por outros meios de comunicação. Desde seu início em 1993, a Novaya Gazeta publicou artigos críticos sobre assuntos que vão desde corrupção, violência policial, prisões ilegais, fraude eleitoral e “fábricas de trolls” até o uso de forças militares russas dentro e fora da Rússia”, destacou a Academia.

Após o anúncio, o porta-voz do Governo do Putin parabenizou Muratov publicamente pela conquista ao prêmio. "Não podemos não congratular Dmitry Muratov, que trabalha constantemente seguindo seus ideais, é devoto a seus ideais, tem talento, coragem, e naturalmente trata-se de um grande reconhecimento".

“Sem liberdade de expressão e de imprensa, será difícil promover com sucesso a fraternidade entre as nações, o desarmamento e uma ordem mundial melhor para ter sucesso em nosso tempo. O Prêmio Nobel da Paz deste ano está, portanto, firmemente ancorado nas disposições do testamento de Alfred Nobel”, finalizou a Academia. 

Nobel 2021
Pela segunda vez desde a Segunda Guerra Mundial, o tradicional banquete dos laureados do Nobel não acontecerá este ano devido à pandemia. Dessa forma, a Academia Real das Ciências da Suécia irá novamente anunciar os ganhadores dos prêmios de forma on-line. A divulgação deve ocorrer entre os dias 4 e 11 de outubro.

Com 120 anos de história, o Prêmio Nobel é nomeado em alusão ao cientista sueco Alfred Nobel e premia anualmente contribuições para a humanidade em Física, Química, Fisiologia ou Medicina, Literatura e Paz, além de também oferecer um prêmio homenagem de Ciências Econômicas.

Nesta segunda-feira, 4, a dupla formada pelo estadunidense David Julius e o libanês Ardem Patapoutian foi anunciada como ganhadora do Prêmio Nobel 2021 em Medicina por suas descobertas sobre receptores e sensores de temperatura e toque. Já na terça, o trio yukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi foi laureado com o Nobel de Física “por suas contribuições inovadoras para o entendimento dos sistemas físicos complexos".

Nesta quarta-feira, 6, a dupla Benjamin List e David WC MacMillan recebeu o Nobel de Química “pelo desenvolvimento de organocatálise assimétrica”, pesquisas que consistem na criação de uma ferramenta para a construção molecular de forma a catalisar reações químicas de forma mais sustentável.

Já o romancista tanzaniano Abdulrazak Gurnah foi o ganhador do Nobel de Literatura de 2021. O anúncio foi feito pela Academia Real das Ciências da Suécia na manhã desta quinta-feira, 7

Ainda será anunciado o prêmio de Economia (11).

COMENTÁRIOS