Grupo Cidade
HOME NOTÍCIAS NOTÍCIASMEIO AMBIENTE
Das 30 praias analisadas pela Semace em Fortaleza, 21 estão impróprias para banho

O resultado foi retirado a partir da análise de águas das próprias praias e diz respeito ao período entre 7 e 13 de junho

Foto: Divulgação Semace

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Semace) divulgou o último relatório de balneabilidade das praias de Fortaleza, indicando quais regiões do litoral são próprias ou não para o banho. No total, dos 30 trechos analisados, 21 estão impróprios para banho, de forma que apenas nove praias estão com condições favoráveis. 

O resultado foi retirado a partir da análise de águas das próprias praias e diz respeito ao período entre 7 e 13 de junho. Segundo a Semace, são diversos os fatores que podem influenciar na qualidade das águas, como ligações clandestinas de esgoto, condições da maré, presença de animais, chuvas (pois leva sujeira até o mar pelas galerias pluviais) e concentração de edificações. 

A análise é dividida entre o litoral leste, oeste e centro. No Leste, as praias próprias para banho estão localizadas entre os pontos de bombeiro 01 e 04 - mais ou menos equivalente ao Caça Pesca (rua Germiniano Jurema) e a Vila Galé, reunindo apenas três trechos favoráveis ao uso de banhistas. 

Já no litoral do Centro, os trechos próprios estão localizados entre o Aquário, na Rua dos Tabajaras, 1, até o Espigão da Desembargador Moreira, de forma a reunir mais de 3 quilômetros de área própria para banho. Por fim, na zona Oeste, a área própria é apenas entre a rua Jacinto Matos até a rua Padre Mororó, um total de cerca de 1,25 quilômetros de área própria.

É possível conferir semanalmente a balneabilidade das praias pelo site da Semace ou pelo aplicativo Semace Mobile. A Secretaria costuma oferecer um mapa para facilitar a identificação das praias. Entretanto, por ajustes no sistema, o mapa se encontra indisponível. 

 

COMENTÁRIOS