Grupo Cidade
HOME NOTÍCIAS NOTÍCIASMEIO AMBIENTE
Beach Park registra nascimento de 146 tartarugas-de-pente, espécie em perigo de extinção

A ação também teve acompanhamento de integrantes da Associação Pordunas, fundada pelo Beach Park

Foto: Fábio Nunes

Como se fosse quase combinado com a mãe-natureza, o Beach Park registrou o nascimento de 146 tartarugas-de-pente neste sábado, 5, dia em que é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, nas proximidades do Oceani Beach Park Hotel. Segundo a comunicação da empresa, 16 tartaruguinhas puderam alcançar o mar com a ajuda de voluntários, entre biólogos, colaboradores do hotel e crianças. 

A ação também teve acompanhamento de integrantes da Associação Pordunas, fundada pelo Beach Park, como forma de apoiar a desenvolver projetos voltados para as áreas de responsabilidade socioambiental do Aquiraz. 

“Geralmente a eclosão dos ovos de tartaruga tipo pente acontecem nesse período no litoral cearense e leva em torno de 60 dias depois da desova – por isso a importância de isolar a área do ninho para protegê-lo. Após a eclosão, a equipe ajuda também a direcionar as tartaruguinhas que, por ventura, possam ir para a direção contrária ao mar”, explica Raissa Bisol, gerente de Meio Ambiente do Beach Park, em nota enviada para a imprensa. 

O Beach Park é certificado com o selo ISO 14.001, que planeja ações e previne impactos sobre a natureza local.

Também chamada de tartaruga-legítimas, a tartaruga-de-pente é uma espécie que costuma viver em recifes de corais ou em águas costeiras rasas. De acordo com dados do Projeto Tamar, a tartaruga alcança até 110 cm de comprimento e tem um peso médio de 86 kg. 

Segundo o Ministério do Meio Ambiente e a União Internacional para a Conservação da Natureza, é uma espécie que se encontra com o status de criticamente em perigo por estar ameaçada de extinção.

 

COMENTÁRIOS