Grupo Cidade
Aprovados no IJF pedem por convocação e criticam credenciamento de profissionais temporários

A Frisson entrou em contato com a Prefeitura para pedir esclarecimentos sobre a situação, mas até a publicação desta matéria, não havia recebido resposta

Foto: Divulgação

Profissionais da saúde aprovados no concurso do Instituto José Frota (IJF) estão se posicionando pela convocação da Prefeitura. Foram 176 vagas ofertadas e que já foram homologadas no Diário Oficial do Município nos dias 9 e 28 de dezembro de 2021.

Os profissionais também estão se posicionando contra o credenciamento de profissionais de forma temporária para o Instituto. O credenciamento, já aprovado pela Câmara Municipal, oferta vagas para médicos, enfermeiros, psicólogos e outras profissões que também foram ofertadas no concurso e que já contam com profissionais esperando a convocação. 

No total, o concurso homologou 20 vagas para o cargo de técnico em imobilização ortopédica, 5 vagas para o cargo de técnico em higiene dental, 6 vagas para fonoaudiólogo, 2 vagas para cirurgião-dentista, 15 vagas para psicólogo, 3 vagas para advogado, 87 vagas para enfermeiro e 36 médicos de diferentes especialidades. 

“Nosso caso está sendo complicado porque a Prefeitura não quer nos convocar e quer fazer um credenciamento. Não é justo pq estamos na lista de aprovados. Não tem lógica do prefeito querer fazer um credenciamento tendo nós, que estudamos para passar no concurso ano passado”, critica Rosimeire Lira, uma das aprovadas como técnica em higiene dental. Rosimeire é uma das criadoras do Instagram @aprovadosijf2020, que defende a convocação dos profissionais. 

A Frisson entrou em contato com a Prefeitura para pedir esclarecimentos sobre a situação e aguarda resposta.

COMENTÁRIOS