Grupo Cidade
Família M. Dias Branco integra maioria da lista de bilionários brasileiros do setor de alimentos

Outro cearense também marca presença na lista. Amarílio Proença de Macêdo (e família) aparece em sexto lugar entre os super-ricos do ramo, com uma fortuna de R$ 2,8 bilhões

Foto: Jocilene e Geovanne Jinkings

A Forbes Brasil liberou uma lista com os 15 brasileiros mais ricos do País que fizeram fortuna a partir do setor alimentício. Na lista, seis são integrantes da família cearense M. Dias Branco, que herda o conglomerado de alimentos no ramo de massas, farinhas e biscoitos.

Com um patrimônio de R$ 6 bilhões, a empresária Maria Consuelo Leão Dias Branco, de 86 anos, integra o quarto lugar da lista. Acionista da empresa, Maria é viúva do empresário Ivens de Sá Dias Branco, um dos maiores responsáveis pelo conglomerado. Ela ainda fica em 84ª posição entre os maiores ricos do Brasil. 

Já seus cinco filhos ocupam juntos a 284ª posição entre os super-ricos brasileiros. Com participações da companhia, Francisco Cláudio, Francisco Ivens, Francisco Marcos, Maria das Graças e Maria Regina Dias Branco têm uma estimativa de R$ 1,2 bilhão cada. 

Leia também | M. Dias Branco compra Latinex, empresa de temperos e massas, por até R$ 272 milhões

A lista 

Outro cearense também marca presença na lista. Amarílio Proença de Macêdo (e família) aparece em sexto lugar entre os super-ricos do ramo, com uma fortuna de R$ 2,8 bilhões. O empresário fez fortuna com o Grupo J. Macêdo, ficando ainda em 165ª lugar no ranking geral. O administrador também investe em empresas nacionais fechadas, como a rede de padarias Benjamin e a startup de vinhos Wine.com.

Já em primeiro lugar, está o bilionário paulusta Abílio Diniz, ex-dono da rede Pão de Açúcar e membro dos conselhos do Carrefour Brasil e Global Com a fortuna de R$ 15,6 bilhões, Abílio fica e 17ª na posição geral.

Empresários da JBS, SLC, Camil Alimentos, Cacau Show, Oderich Conservas e Kitano também compõem a lista. Juntos, os 15 brasileiros possuem fortuna estimada em R$ 73,64 bilhões.

 

COMENTÁRIOS