Grupo Cidade
Rede Hapvida firma compromisso com ONU Mulheres, Fórum LGBTI+ e Rede Empresarial de Inclusão Social

A diversidade da Hapvida, segundo o gerente, vai além da conquista dos selos e é destacado por meio de outras ações da empresa, como palestras e orientações

Foto: Divulgação

Com o objetivo de investir na diversidade e na inclusão, a rede Hapvida anunciou que passou a integrar a lista de membros da ONU Mulheres, Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ e a Rede Empresarial de Inclusão Social (Reis). O investimento faz parte do compromisso da empresa com a agenda 2030 dos Objetivos Sustentáveis da ONU, plano de ação que indica 17 objetivos e 169 metas para a busca de um mundo sustentável e digno. 

De acordo com Ricardo Mota, gerente Sênior da área de Gente, Gestão e Diversidade do Sistema Hapvida, a empresa já adotava conceitos de responsabilidade corporativa, como ASG (Ambiental, Social e Governança), modo de gestão que incentiva as empresas a investirem recursos para conquistar impactos sustentáveis e positivos. 

“Sabemos da importância das pessoas para os negócios e reconhecemos o valor de cada um. Somos uma representação da sociedade e precisamos evoluir sempre, aprender e valorizar as diferenças. As empresas não podem mais se preocupar apenas com uma ótima experiência, mas também com as ações que envolvam os direitos humanos. Temos responsabilidade com a sociedade e nossos stakeholder e com a sustentabilidade da nossa empresa. Temos que conscientizar e garantir um planeta para as atuais e futuras gerações. Usamos recursos e precisamos preservar”, destaca Ricardo. 

A diversidade da Hapvida, segundo o gerente, vai além da conquista dos selos e é destacado por meio de outras ações da empresa, como palestras e orientações. Ricardo ainda destaca que a empresa está reexaminando toda a sua política a partir desses novos ideais de sustentabilidade e diversidade. 

“Estamos fazendo palestras, comunicação e cuidando ainda mais da forma com que nos comunicamos com nossa equipe e valorizando suas competências além de gênero, raça, orientação etc. Criamos uma cartilha de orientação sobre o tema. Estamos revendo todas as políticas e traçando metas de onde queremos chegar como empresa e nossa contribuição para a sociedade”. 

Os selos

Criada em 2010 para mobilizar e ampliar os esforços pela defesa dos direitos humanos das mulheres, a ONU Mulheres tem como objetivo defender e apoiar movimentos feministas e de mulheres, entre mulheres negras, indígenas, jovens, trabalhadoras domésticas e trabalhadoras rurais. 

Já o Fórum LGBTI+ tem como objetivo mobilizar empresas pela causa, definindo assim 10 Compromissos da Empresa com a Promoção dos Direitos LGBTI+. O fórum teve sua primeira reunião em 2013 e vem mobilizando os ambientes empresariais. 

Por fim, a Rede Empresarial de Inclusão Social (Reis) foi fundada em 2012 e tem como objetivo promover políticas e práticas de Inclusão Social e de Diversidade. 

 

COMENTÁRIOS