Grupo Cidade
Cirurgiã-dentista Carolina Albuquerque fala sobre Harmonização Orofacial e tendências odontológicas

Em entrevista para a Frisson, a cirurgiã-dentista falou sobre o aumento da busca por procedimentos estéticos, causado pela pandemia

Foto: Lino Vieira

Graduada em Odontologia pela Universidade de Fortaleza (Unifor) e mestranda na área de Saúde Bucal na Unichristus, a cirurgiã-dentista Carolina Albuquerque já se via na odontologia desde pequena. Filha de outro cirurgião, a cearense já admirava a profissão por observar seu pai na área.

Hoje, especialista em Ortodontia, Carolina é atuante em Harmonização Orofacial, que inclui o uso de toxina botulínica - o conhecido botox -, além de outros procedimentos, como preenchedores e fios faciais. A especialização é regularizada pelo Conselho Federal de Odontologia

Em entrevista para a Frisson, a cirurgiã-dentista falou sobre o aumento da busca por procedimentos estéticos, causado pela pandemia, como também o crescimento de problemas odontológicos relacionados à ansiedade, como bruxismo e dores faciais. 

Frisson: Você sempre quis Odontologia? Pode relembrar como percebeu que queria seguir a graduação? 

Carolina Albuquerque: Tenho meu pai como inspiração, um cirurgião dentista batalhador, que vivia a odontologia na sua vida 24 horas. Um amor imenso pela profissão. Então, via aquele brilho no olhar, aquele amor pela sua profissão, seu cuidado com os pacientes, aptidão clínica. Estagiava com ele desde pequena nas minhas férias, tudo isso me direcionou de forma positiva e assertiva para a odontologia.

Frisson: E após a formatura, como foi seu ingresso no mercado de trabalho?

Carolina Albuquerque: Assim que me formei, fui fazer pós graduação em Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares em Araraquara-SP. Passei cinco anos nesse bate e volta todos os meses, com a melhor equipe de Ortodontia na época. Cursava também Ortodontia em Fortaleza e Aperfeiçoamento em Radiologia.  Ao mesmo tempo, comecei a trabalhar na empresa de odontologia do meu pai, atendendo os pacientes de Ortodontia. Sempre gostei muito de estudar e, mesmo após o término dos cursos, estava sempre em busca de atualização para oferecer o melhor aos pacientes no consultório.

Frisson: Você realiza harmonização orofacial. Onde você fez a especialização? Que outras especializações você possui ou pretende fazer? 

Carolina Albuquerque: Sim, realizo harmonização orofacial (HOF) há 8 anos, desde 2014. Quando foi instituída a especialidade de HOF em 2019, os profissionais que já tinham 360 horas de cursos puderam requerer o título no CFO. Estou sempre fazendo outros cursos de atualização na área que resolvi me dedicar a trabalhar, além de lecionar cursos de graduação e pós-graduação na área de Harmonização Orofacial. Sou especialista em Ortodontia também e mestranda na área de Saúde Bucal na Unichristus com vários trabalhos com foco nos materiais de preenchimento e bioestimuladores sendo desenvolvidos.

Frisson: Relativamente novo, a harmonização orofacial ainda gera dúvidas sobre seus objetivos e processo. Pode explicar um pouco sobre o procedimento? 

Carolina Albuquerque: A Harmonização Orofacial é uma especialidade odontológica que reúne vários procedimentos realizados pelo cirurgião dentista, responsáveis pelo equilíbrio estético e funcional da face. Passamos cinco anos estudando anatomia, fisiologia, comportamento da face, e não somente dentes. Somos capacitados tanto em termos de conhecimento como tecnicamente para realizar esses procedimentos com critério. Temos conhecimento de vascularização, inervação, músculos, processo de envelhecimento... Estamos aptos a fazer prescrições medicamentosas, então acredito que somos os profissionais com maior habilidade para esses procedimentos. Nossas áreas de competência na Harmonização Orofacial incluem: realizar procedimentos com toxina botulínica, preenchedores faciais, bioestimuladores, fios faciais, agregados leucoplaquetários nas estruturas orofaciais e afins, intradermoterapia, farmacologia e farmacocinética na HOF, laserterapia, lipoplasias faciais com procedimentos químicos ou mecânicos... Um vasto número de procedimentos estão sob nosso domínio de atuação.

Frisson: O procedimento apresenta algum risco, seja de saúde ou de resultados? 

Carolina Albuquerque: Riscos temos sempre que realizamos qualquer tipo de procedimento na HOF, pois estamos trabalhando com produtos muitas vezes injetáveis numa área extremamente vascularizada e inervada. Daí a importância de conhecimento anatômico, domínio da técnica e dos materiais que estamos trabalhando. Os resultados são individuais e inerentes a cada paciente, depende de idade, fatores nutricionais e oxidativos, estilo de vida, e esse conhecimento é muito importante na obtenção dos resultados.

 Frisson: Que outros procedimentos estéticos você oferece como serviço?

Carolina Albuquerque: Nossa clínica Sence é uma clínica de estética facial e corporal que trabalha com todos os procedimentos de Harmonização Orofacial e  com todos os procedimentos de preparo de pele, como limpeza de pele e peelings, tecnologias para controle de flacidez  facial e corporal com radiofrequência, jato de plasma, ultrassom microfocado, depilação a laser, laser de CO2, Criolipólise, massoterapia, enfim, tudo que uma clínica de estética tem a oferecer.

Frisson: Assim como em outras áreas da saúde, às vezes é necessário equilibrar a estética com a necessidade. Como você trabalha esse equilíbrio com seus pacientes? 

Carolina Albuquerque: Demais! Na verdade, acredito que equilíbrio é a base de tudo nas nossas vidas. Sempre busco realizar procedimentos com naturalidade, com foco no rejuvenescimento facial natural, sempre exaltando o belo de cada paciente com a correção de pequenas imperfeições. A perfeição está em ser único, com sua beleza naturalmente refinada.

Frisson: A pandemia aumentou o número de pessoas com ansiedade e outros transtornos. Como essas novas doenças e sintomas podem afetar a saúde bucal, mesmo de forma indireta? 

Carolina Albuquerque: A ansiedade gera tensão sobre os dentes com hábitos parafuncionais como apertamento e bruxismo, dores orofaciais, problemas periodontais... Existem procedimentos na HOF que ajudam a controlar esses sintomas com a toxina botulínica para relaxamento muscular, aplicação de ácido hialurônico na articulação têmporo-mandibular. Inclusive, já se tem estudos associando o uso da toxina botulínica  em pacientes com depressão para melhora do humor químico.

Frisson: E nesse período pós pandemia, quando as pessoas ficaram mais em casa, se olharam mais no espelho, fizeram novos planos… Você percebeu alguma mudança de hábito, um aumento na busca por algum tratamento…? 

Carolina Albuquerque: Incrível como o uso das máscaras fizeram as pessoas perceberem mais a região dos olhos, rugas, olheiras, toda a região do terço superior ficou mais evidente. Os processos oxidativos do estresse geraram um olhar mais cansado, flacidez, sendo essas as principais queixas. Por outro lado, a esperança de voltar aos encontros presenciais, festas, está aumentando a procura por procedimentos como preenchimento labial, correções de cunho mais estético.

Frisson: Além da Odontologia, que outros interesses e hobbies você destacaria? 

Carolina Albuquerque: Amo desafios, estou sempre em busca de novos projetos pra minha vida! Além da clínica, sou professora na área de HOF e aluna de mestrado. Enfim, não paro. Amo viajar, conhecer novos lugares, a cultura, gastronomia. Adoro correr, já participei de algumas maratonas, e quando consigo unir essas duas paixões, é sonho realizado.

Frisson: Quais são seus planos profissionais para 2022? E quais são os pessoais?

Carolina Albuquerque: Manter meus projetos da clínica sempre em busca de novos tratamentos e tecnologias para oferecer o melhor aos nossos pacientes. Continuar a lecionar na área da HOF, iniciamos agora no mês de Maio mais 3 turmas de atualização na HOF. Realizar os projetos já em andamento e sempre em busca de novos desafios. Tudo isso faz parte do meu processo de crescimento pessoal e profissional e a consolidação da HOF na odontologia. Viajar, curtir a família, amar, trabalhar sempre vai fazer parte da minha vida.

COMENTÁRIOS